TV & Famosos

Ex-BBB Matteus Amaral é acusado de fraude em cotas raciais


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFar) confirmou que o ex-BBB Matteus Amaral ingressou no curso de engenharia agrônoma por cotas. O ativista Antonio Isuperio denunciou Matteus ao Ministério Público, acusando-o de falsidade ideológica. Isuperio pede a prisão do ex-BBB e uma investigação na instituição.

++Felipe Neto desabafa sobre caos político: “Impossível Prever o Futuro”

Segundo Isuperio, Matteus e a instituição devem ser responsabilizados conforme o Decreto-Lei nº 2.848 e o artigo 299, que prevê penas de reclusão e multa para falsidade ideológica. Caso a denúncia seja aceita, Matteus poderá ser investigado e denunciado à Justiça.

++Maíra Cardi e Thiago Nigro processam Facebook por ataques no Instagram

O IFFar confirmou que Matteus utilizou a Lei de Cotas para ingressar no curso de engenharia agrícola em 2014. Na época, a autodeclaração era o único documento exigido. O IFFar explicou que, em 2014, não havia mecanismos de verificação da autodeclaração, e fraudes só eram investigadas mediante denúncia formal. Desde 2022, a instituição adotou a heteroidentificação para verificar autodeclarações.

Matteus ainda não se pronunciou sobre a acusação. Em um story postado pelo ex-BBB, sua mãe minimizou a situação, afirmando: “Se eu me declarei negra, sou negra”.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

– Publicidade –





Br-Jetss

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo